segunda-feira, outubro 20, 2008

vermelho

Por entre tanta "coisa" influenciada por um "deus"maior, e algumas das "coisas" eram mesmo coisas (e muito mal amanhadas!), acabei por dar com este quadro (não me ocorreu fotografar o nome do pintor e o título da obra)... eu bem o virei de todas as formas possíveis para tentar discorrer o que estaria oculto ali.
Não cheguei a conclusão nenhuma, mas aquele vermelho (era vivo e carregado, quase sangue) assim exposto fez-me voltar atrás uma e outra vez. Tinha um magnetismo próprio, apesar de ser um quadro soturno e até macabro (fez lembrar a alguém um abutre), foi o único que me fez pensar o que seria que ali estava...
Enviar um comentário