terça-feira, novembro 22, 2011

WTCC em Macau - Couto e Menu


Já tinha havido um desentendimento entre o Alain Menu e o André Couto na qualificação, com o Alain a ter uma atitude a lembrar outros pilotos que nada devem ao fairplay. 
Como se isso já não fosse suficiente, na partida para a segunda corrida envolve-se num acidente, vá-se lá saber porque razão, com o André Couto... pormenor de (falta de) classe, foi na entrevista que deu após estar fora da corrida, Alain Menu, volta a falar do incidente na qualificação, quem muito acusa quer geralmente esconder alguma coisa, e se alguém reparar no acidente entre o André e o Alain, pode ver-se o Seat a entrar na curva e a fugir de traseira, poderia ser um mau julgamento por parte do piloto se não se trata-se de uma competição onde os pilotos são profissionais. Atrás do Seat, aparece o Chevrolet, pilotado por Alain Menu, que faz a curva pendurado nos travões até bater no muro com a frente esquerda do seu carro rebentando um pneu, indo depois embater de seguida no Seat que dançava à sua frente.
Ora, se Alain Menu fosse um piloto decente, primeiro teria evitado o toque que deu na qualificação, num carro que circulava a baixa velocidade e fora da trajectória ideal (à sua esquerda Menu tinha outro piloto, mas com esse não foi implicar... deve ser um recalcamento ainda dos tempos da F3000), depois não teria entrado pela box do André Couto para pedir justificações, e muito menos da maneira que o fez recorrendo ao insulto, e por último, não teria provocado o acidente no início da primeira corrida, colocando em risco o André Couto directamente, e todos os outros pilotos indirectamente!
 Alain Menu descarregou assim toda a sua frustração por ser um terceiro piloto incapaz de se bater com os companheiros de equipa dispondo de material igual, e quando o Chevrolet Cruze é o carro a bater, ser batido por um inferior Seat Leon conduzido por um piloto que apenas fazia aquela corrida... não deve fazer nada bem ao ego.
 André Couto esteve em Macau acompanhado por elementos do Outpost Lusitano da Legião 501, com o intuito de promover a dádiva de medula óssea.
Enviar um comentário