sexta-feira, março 30, 2012

hora do planeta

Amanhã é o dia em que se preparam para, durante uma hora a partir das 20h30, apagar as luzes para poupar o planeta...
Todos estão convidados a participar neste acontecimento mundial, ao qual 83 localidades portuguesas já aderiram (é tão mundial que até a estação espacial que não gasta electricidade produzida no planeta também vai aderir) o que eu acho muito bem, mas acho que se poderia ir mais além, a esta iniciativa deveria juntar-se também a paragem de todos os automóveis, todos os comboios, barcos, os aeroportos, os centros comerciais, as cimenteiras e tudo o mais que necessita de energia, de uma ou outra forma, para que fazer seja o que for. Porra! Sejamos realmente radicais e desligamos até as próprias centrais produtoras de electricidade!
Porque uma hora chega para equilibrar a trampa que se faz durante um ano inteiro de luzes acesas, portas de frigoríficos mal fechadas, torneiras a pingar, trânsito e carros parados com o motor a trabalhar minutos a fio, os computadores que se deixam toda a noite ligados no trabalho, o papel da impressora que não reaproveitamos e todos os outros pequenos gestos que não controlamos e com os quais se prejudicamos este calhau à volta do sol (e a nossa carteira).
Aderir à hora do planeta? Não, de forma alguma! Porque é uma acção estúpida e pontual e não uma iniciativa continuada capaz de trazer qualquer tipo de melhoria efectiva para o planeta, e, já diz o povo há muitos anos, de boas intenções está o inferno cheio!
Enviar um comentário