segunda-feira, setembro 23, 2013

a primeira vez

Chegar ao estacionamento de uma grande superfície comercial e deslocar-se muito devagar para a zona dos motociclos evitando as lombas de velocidade e os movimentos bruscos.
Cruzar o olhar com um motociclista que tinha vindo de avião (uma XX) e já estava a tirar as luvas, parar a medo para não fazer nenhum disparate a baixa velocidade potenciado pela gravidade, olhar para o lado e receber um aceno de capacete retribuído prontamente...

Que diabo, já aqui vim tantas vezes, parei nesta mesma zona, cruzei-me com tantos motociclistas e nunca antes me tinham cumprimentado...
Ah... já sei! Das outras vezes vinha de scooter.
Enviar um comentário