quinta-feira, março 13, 2014

a ladainha do Imposto Único de Circulação (IUC) de 2014

Depois do Diário Económico publicar uma notícia sobre a diferenciação entre os veículos a GPL, onde dão a entender que estes passariam a pagar um valor menor de IUC (devem estar doidos! haver justiça no burgo), começaram a aparecer, quais cogumelos, várias notícias de páginas dedicadas ao automóvel sobre o agravamento do IUC para os carros movidos a gasóleo.
Levantam-se as vozes dizendo que a taxa adicional é "anti-constitucional"! Coitados dos indivíduos que ainda se mantêm fiéis à mecânicas movidas a gasolina, que sempre foram discriminados, ao nível do IUC e ao nível de impostos aplicados directamente ao combustível (pode ver-se na página da Golp). 
Agora os donos dos "petroleiros" são coitadinhos... mas há um pormenor, a taxa adicional é aplicada a automóveis ligeiros de passageiros, deixando de fora os ligeiros de mercadorias, que são maioritariamente carros de trabalho, e penalizando as altas cilindradas encontradas em carros de luxo, que são comprados a gasóleo só porque é mais barato na bomba.
Só é pena que não tenham feito isto à mais tempo!
Enviar um comentário