terça-feira, setembro 16, 2014

15 anos

Já começa a tornar-se complicado lembrar tudo o que se passou, quer antes quer depois, mas o antes ainda fazemos questão de lembrar quando nos conseguimos juntar, porque, mais cedo ou mais tarde, lá um de nós conta algum episódio que todos outros sabem de cor, mas ouvem e riem como se fosse a primeira vez que ouvem, como se não fossemos todos parte integrante daquela história... e já lá vão 15 anos desde que a chama se apagou... Para sempre, como levava escrita a fita... enquanto houver memória será para sempre!
Fodase o cancro e o tempo!
Enviar um comentário