quarta-feira, novembro 05, 2008

michael crichton

Aos 66 anos o cancro ganhou...

Deste não haverá mais :\

O que alguns consideravam um "marrão", para mim misturava ciência com ficção, a dose certa de real e com a devida componente imaginária.

Enviar um comentário