domingo, outubro 18, 2009

erro de impressão

Já não bastavam os erros banais na imprensa escrita, os erros na sinalética, os erros até nos carros de "policia", agora tive contacto com um erro de impressão deveras peculiar...
Fui a uma superfície comercial especializada em electrónica para comprar um desses cartões de memória minúsculos, e como a capacidade máxima admissível do aparelho onde o iria aplicar era 8 giga (são só 19 vezes mais que a capacidade de disco do primeiro computador que tive!), lá escolhi o que achei mais adequado (ok, admito, trouxe o mais barato), paguei e segui para casa. O passo seguinte seria colocar com a ajuda de uma pinça o dito minúsculo cartão numa não menos minúscula ranhura para o formatar. Formatado que estava, no relatório da operação... 2 giga de capacidade?! Onde raio se meteu o resto?!? E lá voltei eu à superfície comercial...
O empregado das trocas, primeiro tentou sorrir, depois percebeu que eu estava mesmo a falar a sério, aquele cartão que tinha um "8" impresso tinha apenas um quarto da capacidade que anunciava - É a primeira vez que vejo algo do género! - eu e a mania de ser o primeiro...
Enviar um comentário