segunda-feira, setembro 25, 2006

demasiada tecnologia

Telecomunicações... telefones à mão de semear, telemóveis, computadores... redes fixas, móveis, wifi... sms, email, messenger... bem, acho que isto acaba com a "presença" de qualquer um!
Está-se sempre contactável (e raramente presente)... "qualquer coisa estou no meu telemóvel!"... podemos "falar" com qualquer pessoa a qualquer hora, sabe-se das novidades, da família, combina-se um café (e respectiva conversa casual) para daqui a "5 minutos". Decide-se ir ao cinema, combina-se hora e local... e há sempre alguém que se perde (há 10 anos atrás isto não era assim pois não?)... vive-se a correr, sempre a correr (quem ganha são as operadoras dos diversos serviços). Mas há, sem dúvida, algo bom... alargam-se os conhecimentos e mantêm-se contactos! A maior parte das amizades (as tais que se vão mantendo com o passar dos anos) têm vidas "agitadas", obrigações de trabalho e responsabilidades (e horários) dispares... alguns chegam mesmo a raiar o absurdo (ou será os meus que são?), vai-nos valendo a dita "tecnologia" para encurtar as distâncias... mas ao fim e ao cabo, nada supera um "café", com os inerentes desabafos, as piadas e gargalhadas... e as memórias... as boas memórias... da mesma maneira, através da "tecnologia", se conhecem pessoas, constroiem-se amizades com pessoas que nunca "encontraríamos" de outra forma (pelas mais variadas e insignificantes razões)... mas nada, nada, supera o "café" com os desabafos, as piadas e as gargalhadas... demasiada tecnologia? Não me queixo... até agradeço.

(afinal de contas, a "máquina de café" já não de agora, já é bem "velhinha")
Enviar um comentário