sábado, setembro 09, 2006

mudança de ramo

Não me é fácil partir... e desta vez foi-me bastante difícil.
É algo sempre doloroso... acabo por querer sempre voltar atrás, pegar num ponto qualquer e reinventar/refazer/reconstruir tudo a partir daquele insignificante ponto onde se registou o desvio, onde se gerou (neste caso) o caos.
Não era esse o meu objectivo... esse era apenas um desabafo camuflado, algo de directo mas não óbvio (detesto o óbvio, limita-me o raciocínio)... era algo para alguém que provavelmente nunca lerá aquelas linhas porque... porque... por tudo e por nada! Porque me é indiferente! Porque nem sequer sabe a barbaridade que está a cometer por não racionalizar uma situação que é absurda, irrealizável... da mesma forma que eu o fiz.
O fim do "Obras e Reparações", o estaleiro das obras em constante derrocada, deu origem ao "Tupperware de Injecção Directa", que talvez acabe por não ser mais do que uma "simples" mudança de ares... para ser franco espero que não.
Mas usando em mim mesmo a frase que usei em outrém: "Cada fim é um princípio, apenas há que descobrir as mudanças adjacentes"... o resto, o tempo o revelará.
Enviar um comentário