quarta-feira, julho 01, 2009

sindicatos

A palavra sindicato lembra-me sempre máfia. E basicamente, reduzindo à ínfima parte, um sindicato é uma máfia. Uma máfia que explora o trabalhador ao retirar-lhe ao seu salário uma percentagem, uma máfia que partilha dos interesses dos patrões, e uma máfia pelos calendários das greves sempre coincidentes com "sexta-feira", que dá um jeitão para ir ao Algarve passar o fim-de-semana.
Não gosto de sindicatos! Não sou sindicalizado, nem tenciono alguma vez resolver seja que problema for com a ajuda de tal organismo que se movimenta nas sombras e que em vez de zelar pelos interesses dos trabalhadores, essa tão grande e nobre frase usada pelos comunistas, prefere arranjar subterfúgios legais para os penalizar. O nome mais simpático que lhes consigo atribuir é corja!
Enviar um comentário