sábado, janeiro 10, 2009

tupperwares vs lancheiras

Em conversa ontem com um colega de trabalho, que recentemente adquiriu uma daquelas "naves espaciais" (também conhecidas por tupperware*) e estava a lamentar-se do valor que tinha pago de Imposto Único de Circulação... não pude deixar de me rir! O valor que afirmava pagar chegava para cobrir as despesas totais da minha lancheira**!
Decidi ir procurar até que ponto, e usando os meus dados, até que ponto se torna ridículo adquirir uma viatura nova...

O líder de vendas dentro da gama dos familiares médios é o bmw (e90) série 3, se escolhermos as versões mais "baratas" (caras que nem cornos, baratas é maneira de dizer) vemos que a versão a gasóleo mais "acessível" pode ser nossa por 38.700€... se pensar que cá por casa mora um líder de vendas do seu tempo (e36) que deverá valer cerca de 5.000€, posso fazer umas contas engraçaditas...

- bmw e90 318d -
preço: 38.700€
seguro: 208,01€
selo: 175€
potência: 143cv
consumos: 4,7 litros para 100km (dados da marca)

- e36 1.7L -
valor: 5.000€
seguro: 199,81€
selo: 18€
potência: 90cv
consumos: 7,2 litros

Depois de fazer alguns cálculos (utilizando por base 20.000km anuais), que não vou colocar aqui, concluí que, tenho 99 (noventa e nove) anos para andar com a minha "lancheira" até esses "tupperwares" chegarem a ser rentáveis! Que é como quem diz, entre um carro "velho" e um novo, sobra-me muito dinheiro para fazer quilómetros e manutenções e revisões e reparações... fiquem com os "tupperwares" que eu cá mantenho a minha "banheira"!

* tupperware: meio de transporte novo, de aspecto "delicado" constituído principalmente por plástico e tecnologia de "ponta" facilmente "avariável".
** lancheira: veículo automóvel robusto e bem construído capaz de resistir às intempéries durante décadas sem problemas de maior.
Enviar um comentário