segunda-feira, outubro 23, 2006

mudando de assunto

Eu escolho um número... pode ser oito!
Mas há um outro número... maior em valor, mas, verdade seja dita, menor em outros aspectos (não falo dos que guardo no coração pelas mais diversas razões... mas outros há que não merecem mais que o desprezo).

No primeiro grupo... temos um Arruaceiro... é bom moço, melhor não há... pena é que não passa por cima do que lhe é Pedido quando lhe é pedido que não o faça.
("Pedido" é o que está escrito que deve fazer, "pedido" será as ordens de merda que lhe dão à posteriori).
Um outro elemento poderá ser chamado de Caldeiroso... tem os defeitos que tem, isso ninguém discute, todos os temos... mas é tão pertinente nas questões que coloca... que já o mandam ir falar com deus... pois, quem não tem respostas e joga ao "empurra", é o que se arranja.
Venha o elemento seguinte... o Venenoso! Não há muito a dizer sobre este... apenas que... quando abre a boca... alguém já se enterrou, ou será... já estava enterrado antes de o ser?
Seguidamente aparece o Entalado... tomara ele que o deixassem em Paz! De volta da sua música e da sua informática, estaria no céu... mas gostam de implicar com o rapaz... em resumo... colecciona setas. Sim, setas... adoram fazer dele um alvo.
O Sossegado... elemento que passa despercebido quase na totalidade, não fosse a dose de boa disposição que demonstra quando está em "altas"... e o ar sério e atento (e algo desconfiado) que apresenta quando está fora do seu meio.
E agora, as mais recentes aquisições!
O Temperado! O tal de que todos gostam, só porque... bem... é da cor. Diz que sim a tudo, porque, sejamos francos, "eles têm razão"... ou será que têm (ou julgam ter) a faca e o queijo?
Se há algo que ninguém tolera é um Queixinhas! Conta tudo e mais alguma coisa, queixa-se dos outros, é vaidoso até dizer basta... tem sempre que haver alguém para criar mau ambiente, não é (do handle with extreme care)?
Por último, temos o Manhoso... é dos que prefere que o deixem sossegado, e vão deixando, porque as respostas, às vezes, são complexas em demasia para certas cabeças.

Dos outros... falo depois.
Enviar um comentário