quarta-feira, julho 16, 2008

acidentes de viação

Se a maioria dos automobilistas, ocasionais ou não, fizesse ideia da quantidade imensa de papéis que é preciso preencher, volver, empurrar, despachar, fotocopiar, entregar, carimbar, e até mesmo arquivar... se tivessem noção da quantidade de tempo que se perde em consultas e exames médicos, que se perde a fazer levantamentos de danos e descrições de acidente... se sonhassem a despesa que causam em combustíveis (ou mais genericamente, energia) por não pararem num...


... ou abriam os olhos, ou deixavam de ir "na brincadeira" dentro do carro, ou mais simplesmente, e há quem ache que era a solução adequada...

DEIXAVAM O CARRO EM CASA E ANDAVAM DE TRANSPORTES PÚBLICOS PARA EVITAR TENTATIVAS DE HOMICÍDIO!!!!


O condutor abalroado agradece...
Enviar um comentário